24h

Todos os dias

Rua Tenerife, 31 - 4º Andar

Vila Olímpia - São Paulo

(11) 3044-0710 / 3847-8920

contato@cwosp.com.br

Comparar listagens

Coworking ou escritório próprio para uma startup

Coworking ou escritório próprio para uma startup

Coworking ou escritório próprio?

A dúvida entre optar por um espaço coworking ou abrir o seu próprio escritório persiste na cabeça dos empreendedores da atualidade. E essa questão acontece porque toda startup pensa em ter o seu ambiente próprio e personalizado de trabalho.

A grande questão é que, por trás dessa decisão, existem diversos fatores que não podem ser deixados de lado na hora de optar por um dos dois modelos. Por exemplo, situação financeira do país, caixa da startup e diversos outros apontamentos que trataremos mais a frente deste artigo.

Startup faz contas

Uma startup que está no processo de se estabelecer no mercado pensa, inicialmente, na sede física do seu negócio. O mesmo pode-se dizer do micro empreendedor individual que deseja se firmar no seu trabalho.

No entanto, é preciso fazer as contas antes de decidir por um coworking ou escritório próprio.

Ter um espaço próprio demanda gastos como:

  • aluguel, condomínio, IPTU;
  • telefonia, energia elétrica, internet;
  • mobílias, equipamentos eletroeletrônicos;
  • atendimento com recepcionista, profissional para limpeza e manutenção;
  • sem contar gastos com reformas, pintura, etc.

Coworking ou escritório próprio: investimento e tempo

Neste aspecto o coworking tem como objetivo otimizar processos que vão desde questões financeiras até ligadas à tempo. Por exemplo, o tempo que uma empresa terá para se estabilizar em todas as questões mencionadas acima é extenso demais diante da necessidade de iniciar de imediato o seu negócio.

Por isso espaços coworking são tão procurados pelos empreendedores e startups, pois possibilitam uma infraestrutura de ponta, além de um espaço para networking e muita inovação.

Neste embate entre o coworking ou escritório próprio existem outros aspectos a considerar.

Diferentemente dos gastos que uma empresa terá que arcar para ter o seu próprio espaço, no coworking o custo fica apenas por conta da locação dos espaços.

Os serviços que você precisa poderão ser contratados dentro da sua necessidade específica para ter um ambiente  profissional e moderno:

  • Salas para reunião bem equipadas;
  • Salas privativas ou mesas de trabalho;
  • Recepcionista para atender as ligações.

Por essa flexibilidade e pela ausência de investimento inicial, o espaço compartilhado é a opção ideal para quem deseja ter um local de trabalho profissional a custos acessíveis.

Agora que você já sabe o espaço mais adequado para o seu negócio, conheça o nosso espaço de coworking.

img

Coworking Offices Vila Olímpia

Coworking Offices: Alugue Escritórios Corporativos Mobiliados em frente ao Shopping Vila Olímpia.

    Posts relacionados

    Assistente pessoal por encomenda

    O empreendedorismo é um campo fértil no Brasil atualmente, sobretudo após a flexibilização da...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Era do compartilhamento, Coworking SP e escritórios

    A Era do Compartilhamento tem vários capítulos e o Coworking SP é mais um deles. É uma...

    Continue lendo
    por Coworking Offices Vila Olímpia

    Coworking na Vila Olímpia, o melhor do coworking SP

    Coworking SP na cidade de São Paulo Coworking na Vila Olímpia e coworking SP são ideias fáceis...

    Continue lendo
    por Coworking Offices Vila Olímpia

    2 thoughts on “Coworking ou escritório próprio para uma startup”

    • Coworking é economia, presença, flexibilidade | Coworking Offices

      26 de outubro de 2017 a 17:17

      […] Coworking é economia e flexibilidade. […]

    • Profissionais autônomos, escritório compartilhado, home office | CWOSP

      19 de dezembro de 2017 a 11:13

      […] será que esta é realmente a melhor opção para quem trabalha de forma […]

    Comentários estão fechados.