Economia 101 com a barraquinha de limonada

Economia 101 com a barraquinha de limonada

Barraquinha de limonada & Economia

Alguma vez você já brincou de barraquinha de limonada quando era criança?

A barraquinha de limonada é frequentemente uma das primeiras experiências pelas quais passam as crianças sobre o funcionamento de um negócio.

Aprendemos sobre marketing: o que o nome da barraquinha diz e como as pessoas o interpretam? O quanto será cobrado pela limonada? É permitido cobrar mais nos dias de muito calor?

Você também aprende uma das lições mais difíceis sobre negócios: a diferença entre vendas e lucros.

Se uma criança arrecada R$ 20 vendendo limonada por uma tarde, ela pode pensar que pode ficar com todo o dinheiro.

E às vezes ela pode mesmo, se a mãe fornecer todos os limões, açúcar e copos para o funcionamento do negócio.

Vendas e Lucro

Mas, no mundo real, a criança teria que pagar por todas essas coisas. Digamos que esses itens custem R$ 17.

Neste caso, as vendas totais serão os R$ 20 arrecadados dos clientes e o lucro é o montante restante depois de todos os custos serem pagos. Ou seja, R$ 3.

A maioria das empresas têm margens de lucro muito baixas, fruto do lucro de cada real vendido.

Por exemplo, as mercearias ficam com apenas R$ 0,20 de cada real que recebem dos clientes. E os restaurantes apenas um pouco mais, cerca de R$ 0,30 por cada real em alimentos vendidos.

Esse valor pode aumentar se você possui uma cadeia de supermercados ou restaurantes. Mas, é fato que a imensa maioria dos empresários não possuem vários locais de negócio.

Quando os governos criam novas regulamentações para empresas, os empresários precisam descobrir como pagar por esses custos adicionais diante de baixos lucros.

Mesmo regras bem intencionadas, como exigir que paguem pelos cuidados de saúde de seus funcionários, licenças específicas para funcionamento ou o quanto as empresas devem pagar pelos direitos dos empregados, impactam os lucros.

Isso geralmente significa reduzir o número de funcionários, modificar o negócio para oferecer mais auto-atendimento aos clientes ou simplesmente aumentar os preços.

 

Então, da próxima vez que você ouvir sobre uma nova exigência do governo para o mundo dos negócios, basta lembrar que os empresários também terão que descobrir como pagar por isso.

Muitas vezes, o resultado é uma vaga de trabalho a menos, ou preços mais elevados para o consumidor:

https://PragerU.com

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]