Email Marketing: Regras Secretas para Aumentar a Taxa de Abertura

Email Marketing: Regras Secretas para Aumentar a Taxa de Abertura

Geoffrey James refina os segredos do email marketing para atrair clientes, prospects, leads ou simplesmente para ser lido – ou aumentar a taxa média de abertura de um envio de email marketing:

 

Menos é sempre mais

Ao contrário da crença popular, fornecer informações não solicitadas ou lembretes para tais informações NÃO É agregar valor. Muito pelo contrário, oferecer informações não solicitadas é uma imposição no tempo e energia mental do destinatário. Como já explicado em posts anteriores, o email marketing eficiente é composto por uma a três sentenças, sem papo furado, blablablá desnecessário ou chamadas do tipo “para obter mais informações, consulte…”. Lembre-se: vivemos em um mundo de sobrecarga de informação; logo, não piore as coisas para seus potenciais clientes.

 

Seja breve e claro no assunto

Estatisticamente, os emails são mais susceptíveis de serem abertos se o subject consiste de uma ou duas palavras. A partir de três palavras, as taxas médias de abertura caem acentuada e gradativamente a cada palavra adicional. Para alcançar as melhores taxas de abertura, um assunto deve ser significativo para o destinatário.

Errado:

Assunto: Oportunidades de negócios em revenda de publicidade de qualidade.

Assunto: Você já se inscreveu na convenção anual de redes Grande Pooh-Bah?

Certo:

Assunto: Empresários de Tampa (se você e seus clientes estiverem localizados nessa cidade)

Assunto: Estratégia da IBM (se a IMB for a principal concorrente do destinatário)

Assunto: John Colleague (se esse for o nome de alguém que se referiu a você para o destinatário e é uma pessoa conhecida para o destinatário).

 

Diga a que veio na primeira frase

Em muitos casos, tudo o que o destinatário vê além do subject (assunto) do email é a primeira parte da primeira frase no corpo da mensagem. Não desperdice esse espaço valioso com falsa preocupação ou banalidades. Em vez disso, elabore uma frase que tenha significado para o destinatário.

Errado:

“Eu espero que você esteja bem e desfrutando do bom tempo”

“No mundo competitivo que vivemos hoje, todos estão em busca de aumentar os lucros”

Certo:

“Joe Colleague sugeriu que entrasse em contato com você sobre…” (se não usar a fonte de referência no assunto)

“Uma vez que você acabou de se fundir com a ZYX corp, você provavelmente está se perguntando…” (se o seu produto é algo particularmente útil após a fusão das duas empresas)

 

A familiaridade leva ao desprezo

Uma vez que é muito fácil pegar nomes de pessoas e nomes de empresas a partir de arquivos de nome/endereço, muitas vezes o texto do e-mail exagera na intimidade. A ideia, na verdade, é tornar o email “pessoal”, mas o efeito real é exatamente o oposto: acaba destacando o email como candidato direto a SPAM no inbox.

Use apenas o nome de um destinatário na saudação no início do email, e de forma alguma use o nome da empresa. Porque, adivinhe? Os destinatários já sabem para quem trabalham.

Errado:

“Tenho certeza que você, Joe, quer o melhor valor para o seu dinheiro na XYZ Corp. e isso é importante para mim também”.

Certo:

“Joe, posso ter algum insight especial sobre o problema…”

 

A persistência compensa

Ao invés de um único email, envie uma série de emails posteriores, cada qual espaçados poucos dias após o email anterior. Acrescente o email original aos emails posteriores, como por exemplo:

Assunto: Re: Empreendedores de Tampa
“Joe, você chegou a pensar sobre isso?”
—-
Assunto: Re: Empreendedores de Tampa
“Joe, tenho novos dados demográficos sobre as startups de Tampa…”

Você ficará surpreso como muitos destinatários responderão aos seus apelos posteriores. Muitas vezes, a taxa de resposta é muito mais elevada do que a taxa de resposta para o email original.

 

Apenas um “call-to-action”

Dar ao destinatário mais de um call-to-action – nome dado a uma “chamada para a ação” – reduz ao invés de aumentar a taxa de resposta.

Em primeiro lugar, soará como se o remetente estivesse desesperado. Em segundo lugar, ao ofertar opções para o destinatário, você está forçando-o a pensar sobre como responder ao invés de simplesmente responder.

Errado:

“Por favor, me ligue no 555-1212 para marcar uma reunião ou me envie um email em salesguy@salesguymailplace.com. Confira nosso site www.salesguymailplaice.com e leia nosso whitepaper…”

 

Facilite a resposta

A maioria dos email marketing possuem chamadas à ação bastante ambiciosas. Na maioria das vezes, o email marketing solicita um retorno ou uma reunião, seja pessoalmente ou por telefone. Infelizmente, você não vai convencer o destinatário a deixar de lado meia hora do seu tempo para ouvir o seu discurso de vendas.

Ao invés de tomar o precioso tempo de quem lê a mensagem, a resposta mais fácil possível seria um simples retorno que propiciaria o início de uma conversa por email.

Certo:

“Se isso também te intriga, podemos explicar com mais detalhes”

“Você é a pessoa certa para falar a respeito disso? Se não, quem seria?”

E então, depois que estiver no pingue-pongue da conversa, venha com a ideia de uma reunião para discutir a oportunidade mais detalhadamente.

Fonte: INC.com

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

[index]
[index]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]
[523.251,659.255,783.991]