fbpx

A gripe espanhola, Covid-19 e o Brasil

gripe espanhola, covid-19, coronavirus, epidemia, pandemia, gripe, Brasil

A gripe espanhola de 1918, que na verdade começou nos Estados Unidos, foi uma das maiores crises do século XX. Em outras palavras, as estimativas indicam 50 milhões de mortos nessa pandemia.

Ou seja, a proximidade do fim da Primeira Guerra Mundial, com uma grande movimentação de soldados, espalhou a epidemia pelo mundo.

Ela chegou no Brasil sem alarde, em setembro de 1918. A bordo do navio Demerara, vindo da Europa, que fez escalas no Recife, em Salvador e no Rio de Janeiro.

A gripe espanhola foi democrática. Por exemplo, matou do recém eleito presidente da República, Rodrigues Alves, a milhares de brasileiros sem sobrenome conhecido.

Gripe espanhola & Caos

No curto período de dois meses, faltaram hospitais, coveiros e até caixões. Mortos foram sepultados em valas coletivas. O caos foi completo.

Escolas foram fechadas, o comércio cerrou as portas, bondes rodavam praticamente vazios.

A gripe espanhola chegou ao Senado e à Câmara Federal, fechando-os por diversos dias.

Jornais circulavam lotados de anúncios sobre tônicos e remédios miraculosos, que prometiam proteção ou a cura da gripe espanhola. Farmácias lotavam de clientes apavorados na busca da salvação. Por isso, o preço dos remédios subiu e o governo acabou por tabelar os medicamentos.

Na eleição de novembro, para o Senado do Rio de Janeiro, somente 5.000 eleitores votaram, ante mais de 36.000 registrados.

Após um período atarantado, prefeitos e governadores começaram a agir. Proíbem aglomerações públicas, distribuem alimentos e remédios. Cinemas e teatros são lacrados. Além disso, médicos particulares e estudantes de medicina foram convocados para combater a epidemia.

Escolas, igrejas e clubes foram improvisados como enfermarias. Em um único dia a cidade do Rio de Janeiro registrou mil mortes.

Deputados se preocupavam com reação da economia. Propostas de feriados e moratória para comércio foram estudadas. Em 1918, aprovaram-se, por lei federal, todos os estudantes brasileiros.

A epidemia rapidamente arrefece. Portanto, em dezembro, os casos já são raros. Em fevereiro de 1919, os cariocas exorcizam a memória da gripe espanhola na comemoração do Carnaval.

Coronavírus: Covid-19

A epidemia do Covid-19 começou na China em dezembro. Em seguida espalhou-se pela Ásia, Europa e Estados Unidos. Ou seja, virou uma nova pandemia.

No final de fevereiro registrou-se o primeiro caso de Covid-19 no Brasil, em São Paulo.

O resto dos acontecimentos poderia ser copiado do texto acima, com poucas correções.

Primeiramente, dar graças a Deus, pelo vírus ter uma mortalidade muitíssimo menor. Na sequência, acreditar que depois de 100 anos, a tecnologia e a organização nos permitirão mais eficácia e eficiência para salvar vidas.

Devemos também levar em conta a economia e os empregos. Porque, ninguém quer encontrar terra arrasada quando a epidemia de Covid-19 acabar. E ela irá acabar, mas o Brasil não.

#cwosp #coworkingsafe

 

 

 

 

Participe da discussão

Compare listings

Comparar