24h

Todos os dias

Rua Tenerife, 31 - 4º Andar

Vila Olímpia - São Paulo

(11) 3044-0710 / 3847-8920

contato@cwosp.com.br

Comparar listagens

Introvertidos e Liderança

Introvertidos e Liderança

Introvertidos são bons líderes?

Introvertidos muitas vezes têm suas capacidades subestimadas por serem bons ouvintes, ou ainda por se expressarem muito bem no papel. Já verbalmente, por não terem aquela predileção por chamar a atenção para si em público, acabam passando a imagem de desinteresse ou mesmo indiferença aos problemas alheios. Mas a realidade não é bem assim. Nicholas Garcia conta, por experiência própria, porque acredita que os introvertidos podem se tornar bons líderes.

São melhores ouvintes que os extrovertidos

Incontáveis vezes participei de reuniões ou seminários onde pessoas procuravam dominar totalmente a sala. Às vezes, sentar e avaliar todas as informações de uma forma contemplativa leva a melhores resultados do que apenas deixar escapar cada coisa que vier à mente. Uma das coisas que os introvertidos fazem muito bem, alias, é justamente compilar tudo o que foi dito em uma reunião ou conversa entre várias pessoas em uma ideia ou ponto central que outros não teriam tempo para pensar. É por isso que os introvertidos apreciam chefes ou professores que param e fazem um contraponto ao perguntar se alguém que ainda não tenha falado gostaria de compartilhar uma ideia ou opinião, já que muitas vezes não gostam de interromper uma debate em curso.

Sabem deixar as pessoas mais à vontade

Muitas vezes, enquanto os extrovertidos são bem intencionados, deixam sua exuberância ofuscar os colegas de trabalho. Quando são os únicos a comandar o show, essa característica se torna especialmente problemática. Isso não significa que os extrovertidos sejam maus líderes, apenas que há uma maior chance de que os introvertidos procurem ativamente por ideias de cada membro de suas equipes, muitas vezes pensando nas necessidades das pessoas ao seu redor, em vez de fazê-lo em benefício próprio. Geralmente, os introvertidos tentam fundir seus pensamentos com os dos seus colegas, enquanto os extrovertidos tentarão submetê-los a seus ideais.

Precisam de um tempo sozinhos

Sou um grande fã da série Kitchen Nightmares. Uma das principais razões pelas quais os restaurantes falham na série é que os proprietários não estão dispostos a delegar tarefas corretamente, preferindo tentar estar em toda parte ao mesmo tempo. Embora nem todos os extrovertidos levem a vida dessa maneira, o fato de ganharem energia a partir da socialização (e de estarem no meio das coisas) significa que são muito mais propensos a gastá-la estando em cima dos outros o tempo inteiro. Os introvertidos, por outro lado, precisam de tempo para descansar e se recuperar. Isso significa que as pessoas que trabalham para um líder introvertido geralmente terão mais oportunidades de trabalhar de forma independente e, como resultado, de uma forma mais criativa.

São mais autênticos

Enquanto os introvertidos não procuram as pessoas da mesma forma que os extrovertidos fazem, não se engane: eles [ainda] anseiam pela a interação social. A diferença é que, quando decidem falar com alguém, normalmente é porque realmente querem fazer algum tipo de conexão com essa pessoa. As interações com os introvertidos, portanto, são muitas vezes mais ricas, dado o esforço em procurar alguém somente quando necessário. Em outras palavras, você tem a sensação de que eles se preocupam com você e sua situação particular. É por isso que a maioria dos introvertidos preferem ter um punhado de melhores amigos, em vez de uma centena de conhecidos.

São melhores tomadores de decisões

Muitos líderes da história, como Abraham Lincoln, foram ótimos no que fizeram porque passavam um tempo sozinhos para considerar os detalhes minuciosos de cada decisão que tomavam. Lincoln, por exemplo, muitas vezes escrevia seus pensamentos no papel, passando dias angustiado sobre o que devia fazer. Claro que nem todos os introvertidos são comparáveis ao ex-presidente americano, mas geralmente compartilham a característica de tender a meditar sobre decisões de peso durante o tempo em que estão sozinhos. Embora os extrovertidos certamente também desfrutem do tempo necessário para pensar sobre as coisas, eles provavelmente não gostariam da ideia de passar horas em silêncio e solidão como fazem os introvertidos. Afinal, é durante esses retiros longe da sociedade que os introvertidos desenvolvem importantes habilidades de pensamento crítico, e processam todas as informações colhidas ao longo do dia.

Embora existam certamente os pros em ser uma pessoa extrovertida, a habilidade de um introvertido em divergir dos outros em silêncio, processar informações e fazer uma pausa da interação social claramente também tem seus benefícios.

Fonte: Lifehack

 

img

Laura Lopes

    Posts relacionados

    Como levar o dia-a-dia de uma forma mais positiva

    A pressa diária e os desafios que a vida apresenta pode tornar o dia de qualquer...

    Continue lendo
    por Nucleo P - Soluções Digitais

    Como programar a mente para eliminar os maus hábitos

    Maus hábitos tornaram-se tão arraigados no comportamento cotidiano das pessoas que, no final do...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Como tornar-se mais criativo exercitando o cérebro 10 minutos por dia

    Por Brian Lee Eu tinha cerca de 6 anos de idade na época, e desenhei uma foto sobre mim e meus...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Participe da discussão