24h

7 dias

Rua Tenerife, 31 - 4º Andar

Vila Olímpia - São Paulo

(11) 3044-0710 / 3847-8920

contato@cwosp.com.br

Comparar listagens

Cresça ou Morra a Qualquer Custo não Vale a Pena

Cresça ou Morra a Qualquer Custo não Vale a Pena

Patrick Lencioni

Cresça a empresa ou morra

Aquele velho axioma empresarial “cresça ou morra” pode se aplicar a certos aspectos do desenvolvimento humano ou do mundo natural, mas é bom ter muito cuidado ao aplicá-lo ao seu negócio. A verdade é que essa afirmação, cresça a empresa ou morra, pode ser – e muitas vezes é – devastadora.

Muitos executivos que conheci ao longo dos anos tem a mentalidade de um fisiculturista; eles passaram a aceitar a ideia de que o crescimento é sinônimo de sucesso. Então, tomam os negócios como algo equivalente a esteróides, elevando ao nível máximo coisas como táticas excessivamente agressivas de vendas, aumentos injustificados de preços, descontos auto-destrutivos, fusões e aquisições desnecessárias, ou até mesmo um IPO mal considerado. Essas ações vêm com sua própria lista de terríveis efeitos colaterais: clientes alienados, funcionários queimados e executivos desiludidos que ficam perguntando um ao outro, “lembre-me novamente, por que pensamos que precisávamos crescer?”.

Evite o discurso do fisiculturista e procure pensar mais como um agricultor. Seu foco deve ser a criação de um ambiente onde o crescimento pode ocorrer e, em seguida, deixar a natureza seguir seu curso. Se isso soa um tanto fraco ou passivo, considere que a abordagem do agricultor para o crescimento tenha mais sabedoria, humildade e contenção do que a do fisiculturista, e que as recompensas são muito mais atraentes – e confiáveis.

Patrick Lencioni: Agricultor ou fisiculturista?

Em sua essência, todo o crescimento sustentável depende de mais clientes desejando mais do que a sua empresa oferece. Quaisquer outros recursos – truques de preços, esforços heróicos de marketing, aquisições forçadas – são, em última análise, destrutivos. Além de focar nas necessidades do cliente, você deve também trabalhar para criar a organização mais saudável possível, livre da política e da confusão que tantas vezes sufocam o trabalho em equipe e a inovação. Mantenha as linhas de comunicação abertas para manter os funcionários engajados e comprometidos. E certifique-se que sua equipe esteja continuamente ciente da importância de que tudo o que a empresa faz se ​​conecta com as necessidades dos clientes.

Há muitas maneiras de se comunicar com os empregados. O melhor exemplo que posso pensar vem de Hayes Drumwright, CEO da Trace3, empresa de tecnologia com sede em Denver, nos EUA. Ele publica um livro por ano delineando seus pensamentos e a visão da empresa. Se você não tem tempo para isso, manter reuniões trimestrais com sua equipe de liderança é uma ótima maneira de resolver quaisquer disfunções comportamentais que possam ocorrer.

Patrick Lencioni : Crescimento natural

Quando fazemos esse tipo de coisas, o crescimento ocorrerá naturalmente – mas somente se estiver destinado a ser. Algumas empresas simplesmente não estão destinadas a ser maiores do que são. Elas fornecem produtos e serviços que satisfazem os clientes de uma forma que paga as contas, produz lucros razoáveis​​, e permite manter as pessoas empregadas e satisfeitas. E não há absolutamente nada de errado nisso.

Sim, algumas empresas são essencialmente forçadas a crescer por todos os meios necessários, seja porque os investidores impacientes estão exigindo um retorno imediato, ou porque a consolidação da ruptura de mercado os força a escalar ou serem engolidas por outras. Seja grato por não estar em uma dessas empresas (e se estiver, você merece simpatia, não inveja), porque elas são tudo, menos modelos a serem seguidos.

Quando as pessoas pensam sobre CEOs famosos, as probabilidades são boas de que um fisiculturista venha à mente. Mas, para mim, os melhores CEOs são, pela natureza da forma como operam, quase sempre desconhecidos. Eles são geralmente agricultores, pessoas comandando empresas de pequeno e médio porte exatamente como elas devem ser executadas, as escala apenas no ritmo certo.

Isso é um crescimento saudável, sustentável e digno de admiração.

Fonte: INC.com

img

Laura Lopes

    Posts relacionados

    Metas: Como se reinventar e redefinir seu futuro

    Você já desejou poder mudar seu passado? Todos nós passamos por lutas na vida, cometemos...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Alimentação saudável. Para viver com mais saúde

    Alimentação saudável é um tabu pra muita gente. Primeiro de tudo, como se “manter na...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Custos ocultos estão no Escritório próprio e no Brexit

    Custos ocultos explicam o desânimo dos ingleses. O Brexit (Britain Exit - saída do Reino Unido da...

    Continue lendo
    por Coworking Offices

    2 thoughts on “Cresça ou Morra a Qualquer Custo não Vale a Pena”

    • Coworkings, Coworking SP: vantagem para startup estrangeira | CWOSP

      10 de janeiro de 2018 a 11:07

      […] ponto que sempre preocupa os empreendedores de uma startup que estão iniciando o seu negócio é o investimento que deverá ser realizado para garantir um bom local de […]

      Responda
    • Coworking ou escritório próprio para uma startup | Coworking Offices

      10 de janeiro de 2018 a 11:16

      […] startup que está no processo de se estabelecer no mercado pensa, inicialmente, na sede física do seu negócio. O mesmo pode-se […]

      Responda

    Participe da discussão

    WhatsApp Chat
    [index]
    [index]
    [523.251,659.255,783.991]
    [523.251,659.255,783.991]
    [523.251,659.255,783.991]
    [523.251,659.255,783.991]