fbpx

Rede Wi-Fi pública: Como se conectar com segurança

O acesso à Internet normalmente não é um problema quando você está dentro dos limites de
sua própria casa ou em um coworking. É seguro, fácil de conectar e é relativamente
descongestionado – a menos que toda a família esteja transmitindo a Netflix em cinco
dispositivos separados ou que o espaço coworking tenha uma conexão fraca.

Quando você se aventura, porém, é uma história diferente. Você pode acessar o Wi-Fi em mais locais do que
nunca, permitindo manter contato ou acompanhar o trabalho de onde quer que esteja, mas ficar
online não é tão simples nem tão seguro quanto em sua casa, escritório ou lugares designados
para trabalho remoto.

Rede Wi-Fi pública

Uma rede Wi-Fi pública é inerentemente menos segura que a sua pessoal e privada. Porque
você não sabe quem a configurou ou quem mais está se conectando a ela. Idealmente, você
nunca precisaria usá-la; melhor usar seu smartphone como ponto de acesso. Mas para os
momentos que não são práticos ou mesmo possíveis, você ainda pode limitar o dano potencial
do Wi-Fi público com algumas etapas simples.

● Conecte-se através de uma VPN

Para quem não sabe o que é VPN, trata-se de uma rede privada virtual que protege os dados
transmitidos de um dispositivo para outro. Essa é uma forma segura de acessar a internet e
evitar que os seus dados sejam roubados.
Senhas, dados bancários, redes sociais, tudo isto está vulnerável a ataques online, como Man-
In-The-Middle, Phishing, entre outros. É melhor estar protegido do que sofrer as consequências
depois.

● Escolha sites HTTPS

O Google Chrome permite que você saiba quando o website que você está visitando usa uma
conexão hypertext transfer protocol não criptografada, em vez de uma conexão HTTPS
criptografada, rotulando-o como “Não Seguro”. Preste atenção a esse aviso, especialmente em
redes Wi-Fi públicas. Quando você navega por HTTPS, pessoas, da mesma rede Wi-Fi que
você, não podem bisbilhotar os dados que trafegam entre você e o servidor do website ao qual
você está se conectando. Sobre HTTP? É relativamente fácil para eles assistir o que você está
fazendo.

● Limitar o compartilhamento de arquivos

Quando você estiver em uma rede pública perto de estranhos, precisará cortar os recursos que
permitem o compartilhamento de arquivos sem atrito nos seus dispositivos. Em um PC, isso
significa ir ao Centro de Rede e Compartilhamento, alterar as configurações avançadas de
compartilhamento e desativar o compartilhamento de arquivos e impressoras.

Para Macs, vá para Preferências do Sistema, Compartilhamento e desmarque tudo. Em seguida, vá para o
Finder, clique no AirDrop e selecione Permitir que eu seja descoberto por: Ninguém. Para iOS,
encontre o AirDrop no Centro de Controle e desligue-o. E pronto! Ninguém por perto pode
pegar seus arquivos ou enviar um que você não deseja.

● Verifique o nome da rede Wi-Fi

Certifique-se com algum funcionário de que o nome da rede Wi-Fi que está acessando está
mesmo correto. Através do ataque MITM os invasores criam uma rede falsa com um nome bem
parecido ao real.

● WPA3

Nos próximos anos, quando o protocolo de segurança Wi-Fi WPA3 da próxima geração ficar
online, o Wi-Fi público terá mais proteções embutidas. Até então, muitas explorações de
segurança dependiam de softwares antigos e desatualizados. Portanto, verifique se você está
executando os patches e atualizações de software mais recentes em seu laptop ou telefone
antes de se aventurar. Além disso, não baixe nem instale nada de novo pelo Wi-Fi público, a
menos que seja absolutamente necessário.
E, novamente, a melhor maneira de evitar problemas de segurança devido ao Wi-Fi público é
não usá-lo – pense em baixar vídeos e músicas para acesso offline antes de sair de casa, por
exemplo, ou usar a função de hotspot do seu smartphone. Se você deseja se conectar, as
etapas mencionadas acima devem maximizar suas chances de ficar longe de problemas.

Participe da discussão

Compare listings

Comparar