Apresentação matadora: criar e impressionar o público

Apresentação matadora: criar e impressionar o público

Impressionar o público com histórias

Uma ótima apresentação não é uma coleção de fatos ou estatísticas. São histórias, contadas e interpretadas com talento dramático. A primeira pergunta que você precisa se perguntar é: “Qual é o ponto essencial desta apresentação?” E o conselho neste caso é: nem pense em começar seus preparativos até que seja capaz de prover uma resposta confiante. Quais emoções você busca desencadear no seu público? Como exatamente deseja influenciá-los, e quais ações deseja que eles tomem como resultado imediato de assistir a sua apresentação?

Há muito mais para se dizer em uma apresentação do que apenas escrever as palavras e repeti-las em um conjunto de slides. Como você deve caminhar de um lado a outro no palco ou variar sua voz de tal forma que enfatize a mensagem que deseja passar? Quais gestos ou expressões faciais pode usar?

Um grande orador é o ator/atriz principal, não o coadjuvante

A maioria das apresentações é puramente informativa. A audiência é direcionada para focar os slides de apresentação em vez da pessoa falando. Ao mesmo tempo que você deseja impressionar e causar uma boa impressão, precisa também se concentrar para isso. Os slides devem ser apenas complementares. Nunca, jamais, deixe que eles roubem o centro das atenções. Veja como Scott Dinsmore fez isso:

 

Como fazer a platéia ouvir atentamente o que você tem a dizer


Fale apenas um ponto chave por vez. Não se apresse.



Quando você insere poucas informações no slide, como apenas uma palavra no meio, as pessoas vão olhar para você aguardando uma elaboração do que virá a seguir. Mas quando inclui vários pontos em um único slide, será difícil para o público digerir todas as informações contidas no slide. Isso não os ajudará a entender melhor as coisas na medida em que os cérebros humanos não são projetados para serem multitarefa. Quanto mais pontos você deseja que eles compreendam de uma vez, menos eles irão entender. Regra clara.

Certifique-se de que as pessoas possam obter a essência do que é mostrado em apenas 3 segundos

Mais do que isso significa que a mensagem não será transmitida com a clareza suficiente e as pessoas podem perder o foco mais facilmente. Elas vão ignorar completamente o que você vai dizer, mesmo que suas ideias sejam verdadeiramente brilhantes.

Você não irá impressionar o público.

Seja sempre econômico. Corte tudo o que não serve para um fim específico

Embora seja tentador incluir todas as coisas interessantes que você conhece/encontrou ao fazer pesquisas, isso tornaria sua mensagem principal mais fraca se os tópicos não forem altamente relevantes. Seja ousado para cortá-los sempre que não agregarem valor para a mensagem principal. Muitas vezes, não é o que se adiciona o mais importante, mas aquilo que se corta ou edita que irá impressionar o público alvo.

Use sempre imagens para ilustrar as histórias

Quando a imagem for capaz de atrair a atenção do público, você passará a mensagem de que devem olhar para você novamente, porque irá criar um ótimo ponto em seguida. Além disso, as pessoas retém 10% do que ouvem três dias após uma apresentação, mas se a informação for acompanhada de uma imagem, esse valor pode chegar a 65%.

Apresentação: Seja sempre específico

Os clichês não são memoráveis.

Sempre que possível, adicione detalhes e estatísticas fascinantes, para imprimir personalidade e interesse. Você poderia impressionar o público dizendo que comprar um carro é uma decisão importante. Uma melhor abordagem seria reformular a questão em termos de números e emoções: “Comprar um carro implica na escolha de um veículo que o ajude recordar suas lembranças vividas ali, a ideia traz mais conforto para sua vida e transporta você e seus entes queridos a mais mais de 12 mil km por ano”. Fatos específicos e histórias emotivas fornecem a linha direta para o coração da audiência que você pretende atrair, o que certamente causará uma ótima impressão.

Fonte: Lifehack

Pessoas eficazes

2 Respostas para Apresentação matadora: criar e impressionar o público