Truques Simples para Ler e Reter Informações mais Rapidamente

Truques Simples para Ler e Reter Informações mais Rapidamente

Qual o segredo para ler uma batelada de livros a cada semana? É mais óbvio do que você imagina: “nunca li nenhum dos meus livros do começo ao fim”, revela Nicholas Garcia. Como então ele absorve informações sem ler um livro em sua totalidade? Descubra alguns dos truques que as pessoas usam para fazer com que pensem que elas realmente lêem enormes e espessos volumes dispostos em suas prateleiras.

Leia a conclusão primeiro

Muitos autores gostam de escrever de uma forma misteriosa, jogando com frases prolixas nas primeiras páginas do livro. É neste ponto que muitos leitores desistem de ler a obra toda. A chave é ser esperto: primeiro siga para o final do livro e encontre a conclusão. Qualquer escritor interessante irá fornecer ao leitor um apanhado de seus argumentos e uma revisão rápida dos exemplos utilizados no livro. No entanto, o epílogo é uma questão completamente diferente – certifique-se de lê-lo, porque é geralmente usado para resumir o livro, e pode até mesmo fornecer informações extras a partir de edições posteriores. Agora você pode ler e reter esse conteúdo importante de forma mais rápida.

Use um marcador

Um dos erros mais comuns que as pessoas cometem é não usar um marcador de texto, seja porque acabam marcando muitas coisas ou porque, algum dia, foram desencorajadas por seus professores. A verdade é que destacar o texto pode ser uma ótima ferramenta – se usada corretamente, claro. Não se deve usá-la em tudo, e nem usá-la uma vez a cada cinquenta páginas. Ao invés disso, concentre seus esforços em destacar trechos de recapitulações do autor. Um assunto certamente será discutido por várias páginas até chegar ao “clímax” final; destaque esse trecho e, em um momento de emergência, terá tudo o que precisa saber pronto em um piscar de olhos.

Use o índice e subtítulos

Esse truque também é muito conhecido. Muitos estudantes e alunos de faculdade acabam consultando o índice para ler apenas os capítulos que lhes interessam ou são relevantes para o que pesquisam. Ou percorrem o livro e param quando vêem um subtítulo que lhes interessa. Isso torna a leitura uma tarefa menos laboriosa, uma vez que você está lendo apenas o que deseja. Mas aqui ainda busca-se a essência do ponto central do autor da obra, que normalmente é reformulada de alguma forma em cada seção do livro.

Seja proativo ao invés de reativo

Clay Johnson, em seu livro “The Information Diet: A Case for Conscious Consumption”, tem uma passagem importante a respeito:

“O conselho número 1 que daria a uma pessoa é transformar sua relação com o consumo de informação em algo que possa ser feito de forma proativa, em vez de algo que acontece com você”. Em outras palavras, isso quer dizer que devemos inverter a relação de busca por informação e conhecimento: você não deve forçar o caminho através de algo que não fala com você. Uma das maneiras de fazer isso, como dito antes, é pular as partes que são chatas e concentrar a atenção em seções que importam para você. A leitura não é algo que proporcione diversão a menos que você se lance ao esforço de encontrar coisas que realmente deseje ler.

Não tente ler cada palavra

Esse é um erro muito comum que cometemos ao ler um livro. A maioria dos livros estão repletos de evidências ao invés de questões aprofundadas, o que é bom para você já que, enquanto a evidência é interessante, tudo passa a revelar a mesma tese. Portanto, não se atole lendo fluxos intermináveis ​​de evidências que comprovam a argumentação do autor: encontre alguns que lhe interessam e passe para o próximo capítulo.

Isso vale para a leitura de ficção também. Não desista porque você entrou em uma parte chata do livro (por exemplo, aquelas cenas de Game of Thrones onde o autor descreve cada detalhe sobre o pato assado que seus personagens fictícios estão comendo). Apenas passe rapidamente até encontrar algo importante. Claro, você pode perder alguma coisa, mas é melhor manter-se em movimento do que desistir da leitura.

Escreva o que lê

Enquanto a maioria das pessoas odeiam escrever, essa é uma das maneiras mais fáceis de reter muita informação em um curto espaço de tempo. Uma das técnicas para se lembrar de pontos-chave de um livro é condensá-lo em uma espécie de resumo – que você, obviamente, escreverá com as suas palavras. Assim como usar o marcador de texto para destacar trechos relevantes da obra, resumir alguns dos pontos-chave é uma tática poderosa para analisar rapidamente os aspectos mais impactantes de um livro.

Discuta o que lê com as pessoas

Conversar com amigos ou colegas sobre leituras também é uma boa forma de reter informações. Alguns de nós somos aprendizes auditivos e, como diz o autor Eric Holtzclaw, essas pessoas “compreendem melhor quando [ouvem] o conteúdo e novas informações”. Por isso, conversar com um amigo sobre o que você leu é uma ótima ferramenta em termos de solidificar seus conhecimentos sobre o assunto. É ainda melhor se você puder brincar com isso, porque terá então condensado essas informações em algo que para você é relacionável​​, o que faz com que seja mais fácil de lembrar da obra lida no futuro.

Anote perguntas para discussão durante a leitura

Mantenha um bloco de notas ao seu lado ao ler um texto difícil. Quando ler algo intrigante ou desagradável, pare e escreva uma pergunta relacionada com o problema que está lidando. A chave é nunca assumir que o autor está correto; você quer se manter atento ao que está lendo, e ser crítico é uma maneira eficaz de fazer isso.

Essa é uma tática que funciona tanto para livros de ficção como de não ficção. Basicamente, pergunte-se coisas como:

– Por que o autor escreve frases como essas?
– Será que essas evidências fazem sentido?
– Será que o parágrafo revela uma ideia pré-concebida de algum tipo?
– Como aquela defesa se amarra ao argumento geral do autor?
– Com qual público ele está falando?

É evidente que as questões podem ser mais profundas e complexas do que essas; tudo depende do que se está lendo.

Melhorar as habilidades de leitura e compreensão de texto é como se tornar um participante ativo. Encontre o que deseja ler e faça um esforço para absorver alguns dos pontos mais significativos. Com sorte, você depreenderá muitas odisséias em pouco tempo!

Fonte: Lifehack

Foto: Glasses_on_book_101.JPG/MorgueFile via mrg.bz

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *