24h

Todos os dias

Rua Tenerife, 31 - 4º Andar

Vila Olímpia - São Paulo

(11) 3044-0710 / 3847-8920

contato@cwosp.com.br

Comparar listagens

10 Coisas que Bons Comunicadores Possuem em Comum

10 Coisas que Bons Comunicadores Possuem em Comum

Uma comunicação eficaz é de suma importância em todos os aspectos da vida. E não é muito difícil de dominar. Enquanto algumas excelentes habilidades de comunicação são inerentes, aqueles que não são naturalmente dotados dessas características certamente podem praticar para chegar à perfeição. Como disse o empresário Brian Tracy, “a comunicação é uma habilidade que você pode aprender. É como andar de bicicleta ou digitar. Se você está disposto a se aperfeiçoar, poderá melhorar rapidamente a qualidade de cada parte da sua vida”.

Os 10 atributos abaixo pertencem a verdadeiros especialistas em comunicação. Basicamente, esses profissionais:

1. Ouvem

“Temos dois ouvidos e uma boca e devemos usá-los proporcionalmente”, diz Susan Cain, autora de “Quiet: The Power of Introverts in a World That Can’t Stop Talking” (em tradução livre: “Silêncio: o poder dos introvertidos em um mundo onde ninguém pode parar de falar”.

Saber ouvir é uma habilidade essencial para uma comunicação eficaz. Ser capaz de absorver o que os outros dizem permite chegar a respostas adequadas. Grandes comunicadores não criam conversas unilaterais, pois, afinal, qual seria a razão disso?

Eles nunca tentam pensar em respostas enquanto o outro ainda está falando, porque eles não querem correr o risco de se perder no que está sendo dito. Ao manter a atenção sob cada palavra da conversa, os bons comunicadores sabem exatamente o que se encaixa quando chega a hora de falar.

2. Adaptam a mensagem a diferentes públicos

Como elas escutam atentamente, as pessoas com habilidades de comunicação efetiva ganham a compreensão de seu público. Seja uma sala cheia de pessoas, um grupo de assinantes online ou apenas uma outra pessoa, elas podem adaptar a sua mensagem para ouvintes específicos.

É absolutamente necessário ter alguns insights a respeito do público com quem você se comunica, pois sem essa compreensão, suas palavras não terão efeito. Por exemplo, você não gostaria de falar sobre hambúrgueres e costeletas de porco a um grupo de membros da PETA ao tentar conquistá-los, não é? O entendimento é benéfico para todos os membros do diálogo, na medida em que as mensagens são claras e todas as partes se sentem compreendidas.

3. Simplificam o complexo

Algumas mensagens podem ser complexas ou confusas. O bom comunicador, no entanto, pode torná-las claras e concretas para a sua audiência. Pense em um professor que descreve um novo conceito para uma aula de álgebra – se ele não pode tornar o complicado compreensível, sua lição nunca será transmitida aos alunos. Ao quebrar ou reformular o conteúdo, grandes comunicadores tornam a mensagem mais digerível para mais pessoas.

4. Eles sabem quando falar

Compreender quando o diálogo se faz necessário será sempre útil para uma boa comunicação. Digamos, por exemplo, que um funcionário falta no trabalho ou deixa de entender um conceito. Um chefe que reconhece a necessidade de uma conversa será muito melhor do que um chefe que, sem saber o que dizer, varre o problema para debaixo do tapete. Eles sabem quando falar e quando essa será a melhor opção contra os casos em que é melhor ficar quieto.

5. Mantêm-se disponíveis

Sempre que você precisar de um excelente comunicador, eles se tornam disponíveis. Eles dão respostas e não o deixam “no ar”. Eles não são o namorado que desaparece e não responde por horas a fio; não são o chefe que não tem tempo para explicar atribuições. Bons comunicadores lideram discussões completas, nas quais todas as partes estão satisfeitas.

6. Praticam a (auto)confiança

Um bom comunicador sabe que é um bom comunicador. Ele não se esconde atrás de uma linguagem vaga, mas transmite ideias com clareza. Seu ar de confiança ganha o público, na medida em que demonstra que sabe o que está falando.

7. São precisos

Se você deseja transmitir e espalhar sua mensagem, certamente não criará rodeios para isso. Os bons comunicadores possuem um ponto claro e conciso e não há dúvidas sobre o que se trata. Eles darão instruções detalhadas ou farão perguntas direcionadas – ou seja, não deixarão espaço para confusão.

Por que, pergunta o comunicador, uma pessoa perderia tempo tentando adoçar a mensagem com uma linguagem vaga? Ele antes prefere compartilhá-la de uma forma simples e evita confundir o ouvinte.

 

8. Concentram-se em suas interações

Grande parte de se comunicar bem e respeitosamente diz respeito a eliminar as distrações das interações. Ninguém gosta de estar no meio de uma conversa enquanto a outra parte começa a mexer no celular ou na comida bem à frente. Ao evitar esse tipo de contexto/ambiente, o bom comunicador foca-se exclusivamente na mensagem e em sua audiência.

9. Fazem perguntas

Mais uma vez, em um esforço para melhor entender o público, um bom comunicador questiona amplamente. Eles preenchem eventuais lacunas de confusões com respostas e não com suposições. Qualquer conhecimento adquirido através do questionamento ajuda a atender melhor o público, bem como a espalhar a mensagem do comunicador.

10. Reconhecem sinais não verbais

Em uma conversa cara-a-cara, a linguagem corporal pode ser tão importante quanto as palavras que estão sendo ditas. Reconhecer a frustração, nervosismo ou excitação através de sinais não-verbais – como postura, expressão facial e contato visual – ajuda o bom comunicador a entender seu público. Por sua vez, ele pode melhor adequar sua mensagem para coincidir com a atitude da referida audiência.

Acredite, praticar essas habilidades e melhorar a capacidade de se comunicar valerá seu tempo e esforço. Como disse Paul J. Meyer, um bem sucedido homem de negócios: “Comunicação – a conexão humana – é a chave para o sucesso pessoal e profissional”. Nunca duvide disso.

Fonte: Lifehack

 

img

Laura Lopes

    Posts relacionados

    Como levar o dia-a-dia de uma forma mais positiva

    A pressa diária e os desafios que a vida apresenta pode tornar o dia de qualquer...

    Continue lendo
    por Nucleo P - Soluções Digitais

    Como programar a mente para eliminar os maus hábitos

    Maus hábitos tornaram-se tão arraigados no comportamento cotidiano das pessoas que, no final do...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Como tornar-se mais criativo exercitando o cérebro 10 minutos por dia

    Por Brian Lee Eu tinha cerca de 6 anos de idade na época, e desenhei uma foto sobre mim e meus...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Participe da discussão