14 Big Data startups que ficarão cada vez mais conhecidas

14 Big Data startups que ficarão cada vez mais conhecidas

De todo o frisson em torno do termo “Big Data“- ou da tecnologia que processa quantidades massivas de emails, tweets, vídeos e outros arquivos em busca de informação útil – as startups ainda não se sobressaíram nesse contexto. Mas isso, provavelmente, não irá durar por muito tempo.

Startups que buscaram financiamento alguns anos atrás estão começando a passar por um momento de maturação. Outras ainda estão dando os retoques finais até entrarem para o mundo potencialmente competitivo da tecnologia.

Google, Facebook, Amazon e outros gigantes da web têm aproveitado grandes volumes de dados para resolver alguns de seus maiores desafios de tecnologia. Atualmente, muitos desses engenheiros estão se estabelecendo por conta própria através de startups. Alguns estão focados em analytics (ou análise de dados). Alguns estão trabalhando em bancos de dados em memória, que faz todo o trabalho sobre dados armazenados na memória ao invés de discos rígidos.

Outros estão tentando a sorte com o NoSQL, um tipo de banco de dados que distribui processamento e armazenamento entre vários servidores e sistemas de armazenamento. E investidores de venture capital estão ansiosamente apoiando seus esforços. “O que é interessante sobre big data é que ele será uma área de investimento formidável por muitos e muitos anos à frente. Está longe de ser um movimento passageiro, de 18 ou 24 meses de duração”, revela Ping Li, sócio da empresa de capital de risco Accel Partners.

Conheça as 14 startups do momento quando o assunto é Big Data – note que a maioria nasceu apenas de 3 anos para cá, algumas delas no ano passado, e que o eixo começa a deslocar da Califórnia para se espalhar pelos Estados Unidos:

WibiData

Fundada em 2010 em São Francisco, a WibiData comercializa ferramentas que permitem que clientes de varejo e finanças construam suas próprias grandes aplicações de dados, incluindo aplicativos móveis e de SaaS (software como serviço).

Christophe Bisciglia anteriormente é o co-fundador da empresa, e antes da WibiData ajudou a criar a Cloudera, startup já bem conhecida do mercado de TI. Aaron Kimball, que também é co-fundador, foi o primeiro engenheiro contratado na Cloudera. Ambos arrecadaram mais de 20 milhões de dólares do NEA, Canaan Partners, do presidente do Google Eric Schmidt, do CEO da Cloudera Michael Olson, e dos “investidores anjo” Ron Conway e David Lee.

Hadapt

Fundada em 2011 em Cambridge, Massachusetts, a plataforma analítica adaptativa da Hadapt combina SQL, tecnologia utilizada em bancos de dados tradicionais, com o Hadoop, uma nova tecnologia capaz de processar e analisar enormes quantidades de dados. A ideia é permitir que os clientes utilizem um único sistema para banco de dados e análise.

Daniel Abadi, cientista-chefe e co-fundador, escreveu uma dissertação sobre bancos de dados de armazenamento colunar (um novo tipo de banco de dados que possui desempenho melhor que os tradicionais), enquanto estudava no MIT, que levou à criação da Vertica, empresa adquirida pela HP em 2011. Kamil Bajda-Pawlikowski, arquiteto-chefe de software, também é co-fundador no projeto. Ambos já levantaram 17 milhões de dólares com a Atlas Venture, Bessemer Venture Partners e Norwest Venture Partners.

Sqrrl

Fundada em 2012 também em Cambridge, Massachusetts, a Sqrrl foi criada com base no Apache Accumulo, um banco de dados NoSQL em código aberto desenvolvido pela agência de segurança nacional americana com sofisticada tecnologia de segurança embutida. O Accumulo deriva do BigTable, tecnologia de armazenamento de dados inventada pelo Google. Adam Fuchs, co-fundador e CTO da empresa, também foi quem ajudou a construir o Apache Accumulo. Ele conseguiu cerca de 2 milhões de dólares da Atlas Venture e Matrix Partners para o projeto.

Domo

A Domo foi fundada em 2010 em American Fork, Utah, e tem como missão construir um software que apresente análises de Big Data em painéis e gráficos de forma que os tomadores de decisão nas empresas possam interpretar facilmente. O CEO da Domo, Josh James, fundou a Omniture em 1996 e a vendeu para a Adobe pela bagatela de 1,8 bilhão de dólares em 2009. Para seu projeto com a Domo, Josh captou 120 milhões de dólares com a GGV Capital; Greylock Partners; Bezos Expeditions, co-CEOs Aneel Bhusri e David Duffield da Workday; Founders Fund; Mercato Partners, IVP e Fraser Bullock, da Sorenson Capital.

DataGravity

Fundada em 2012 na cidade de Nashua, em New Hampshire, a DataGravity incorpora tecnologia de Big Data em sistemas de armazenamento para torná-la acessível a empresas de médio porte. A tecnologia ainda está em fase de maturação. A CEO e co-fundadora Paula Long foi também co-fundadora da EqualLogic e vendeu a empresa para a Dell em 2008 por 1,8 bilhão de dólares. John Joseph, ex-executivo da EqualLogic, também é co-fundador da empresa. Ambos arrecadaram 42 milhões de dólares da Andreessen Horowitz, Charles River e General Catalyst.

Data Tamer

Fundada em 2012 também em Cambridge, Massachusetts, a Data Tamer ainda está em estado de maturação. A tecnologia é baseada em pesquisas feitas no MIT, Brandeis, e no Instituto de pesquisa em computação do Qatar (Qatar Computing Research Institute). “Data Tamer permite às organizações integrar e apurar várias fontes de dados existentes e futuros de forma eficiente e em larga escala”, explica nota no site da empresa. Os fundadores são o professor do MIT e “guru” do banco de dados Dr. Michael Stonebraker, com capital semente do investidor Andy Palmer, que também foi co-fundador da Vertica, VoltDB e outras empresas. Investimentos também foram feitos pelo Google Ventures e NEA, cujo montante não foi revelado.

Continuuity

Fundada em 2011 em Palo Alto, Califórnia, a Continuuity oferece uma plataforma como serviço (PaaS) para desenvolvimento de aplicativos que se conectam a enormes repositórios de dados. Co-fundadores Todd Papaioannou e Nitin Motgi trabalharam em projetos de Big Data no Yahoo! e em outras empresas. Jonathan Gray, o outro co-fundador, liderou projetos de Big Data no Facebook. A empresa também possui engenheiros da Teradata, Microsoft e da comunidade open source. A Continuuity arrecadou 12,5 milhões de dólares de fundos de investimento da Battery Ventures, Ignition Partners, Andreessen Horowitz, Data Collective e Amplify Partners.

DataStax

Fundada em San Mateo, Califórnia, e Austin, Texas, a DataStax comercializa a versão empresarial do Apache Cassandra, um banco de dados NoSQL. O CTO Jonathan Ellis e o vice-presidente Matt Pfeil, que co-fundaram a empresa, vieram da Rackspace. Ambos arrecadaram cerca de 40 milhões de dólares com investidores, incluindo a Lightspeed Venture Partners, Crosslink Capital e Meritech Capital Partners.

Sumo Logic

Fundada em 2010 em Redwood, Califórnia, a Sumo Logic vende um serviço baseado em nuvem que gerencia e analisa dados de log provenientes de hardware e aplicativos de uma empresa para verificar se funcionam corretamente. Co-fundadores Saurabh Kumar e Christian Beedgen vieram da ArcSight, empresa adquirida pela HP em 2010 por 1,5 bilhões de dólares. Ambos levantaram cerca de 50,5 milhões de dólares da Accel Partners, Greylock Partners e Sutter Hill Ventures.

Datameer

Fundada em San Mateo, Califórnia, a Datameer comercializa um aplicativo executado no Hadoop para que seus usuários possam integrar, analisar e visualizar Big Data. O staff da empresa é composto por muitos veteranos da tecnologia Hadoop, e o CEO Stefan Groschupf foi um dos primeiros colaboradores do Nutch, o motor de busca de Big Data em código aberto que é uma espécie de primo do Hadoop. A empresa conseguiu cerca de 18 milhões de dólares das investidoras Kleiner Perkins e Redpoint.

HStreaming

Fundada em 2011 em São Francisco, a HStreaming usa o Hadoop para vasculhar e analisar streams de vídeo e dados gerados em tempo real. O CTO Volkmar Uhlig passou cinco anos na IBM Watson Research. Ele também foi arquiteto líder do microkernel L4, parte da tecnologia que controla as funções de telefones celulares e é executada em mais de 1,5 bilhões de dispositivos em todo o mundo. A empresa arrecadou 1 milhão de dólares do Atlas Venture.

Precog

Fundada em 2010 em Boulder, Colorado, a Precog – inicialmente batizada de ReportGrid – constrói tecnologia para mídias sociais e web analytics, bem como ferramentas para desenvolvedores de aplicativos de Big Data. Os co-fundadores John De Goes e Kris Nuttycombe eram engenheiros na Socialmedia.com, uma rede social de publicidade adquirida em 2011 pela Living Social. Ambos arrecadaram 2 milhões de dólares da RTP Ventures, Resonant Ventures e Launch Capital, entre outras.

Alpine Data Labs

Fundada em San Mateo, Califórnia, a Alpine Data Labs volta-se para o lado de negócio do Big Data, e cria um software que representa visualmente o que acontece interiormente nos fluxos de dados de uma empresa. O presidente e CEO Joe Otto e o diretor de produtos Steven Hillion vieram de uma unidade da EMC de Greenplum, que incubou a Alpine Data Labs. Os executivos captaram 7,5 milhões de dólares para o negócio, vindos da Sierra Ventures, Mission Ventures, EMC, Universidade de Stanford e Sumitomo Bank.

Kontagent

Fundada em 2007 em São Francisco, a Kontagent comercializa serviços de análise para aplicativos móveis e sociais. O co-fundador e CEO Jeff Tseng foi desenvolvedor de software na NASA. Arrecadou 18 milhões de dólares para seu negócio, provenientes da Battery Ventures, Maverick Capital e Altos Ventures.

Acesse o texto original (em inglês) e saiba mais sobre os investidores e empresas de capital de risco que estão por trás das inovadoras empresas de Big Data norte-americanas do momento.

Fonte: Business Insider

Deixe uma resposta