24h

Todos os dias

Rua Tenerife, 31 - 4º Andar

Vila Olímpia - São Paulo

(11) 3044-0710 / 3847-8920

contato@cwosp.com.br

Comparar listagens

4 maneiras de conseguir que os clientes abram seus emails

4 maneiras de conseguir que os clientes abram seus emails

4 maneiras de conseguir:

Se você deseja ser bem sucedido quando no email marketing, é essencial que quem está no seu mailing efetivamente abra seus emails. Afinal, se o seu público não está abrindo seus emails, será impossível haver alguma ação envolvida, como clicar no seu site ou fazer uma compra.

Mas como fazer com que abram seus e-mails regularmente? Há quatro maneiras principais de atrair a atenção: na resolução de problemas, economia de dinheiro, algo que os faça se sentir mais inteligentes ou algo que os entretenha.

São eles:

Resolução de problemas

Se soubesse que um email marketing o ajudou a resolver um problema específico, você o assinaria? Se o remetente definiu expectativas a serem atentidas logo no assunto da mensagem, e prometeu que cada email o levaria mais perto de resolver a questão, provavelmente quem o recebesse se sentiria mais tentado a abrir essas mensagens, certo?

Um exemplo de uma empresa que faz algo parecido é o Quibb, um site de notícias que permite que as pessoas compartilhem o que estão lendo para o trabalho. Basicamente, ele ajuda seus assinantes a resolver problemas através do resumo de notícias e permitindo que os leitores rapidamente apreendam o que é relevante em suas áreas de atuação. A abordagem de resolução de problemas do Quibb abordagem se reflete a uma taxa média de emails abertos diariamente que varia entre 50% e 70%. Algo significativamente maior do que a taxa média de email marketing aberto (na América do Norte) de 25,6%, segundo a Direct Marketing Association.

 

Economia de dinheiro

O Groupon e outros emails com ofertas de compras coletivas têm proliferado diariamente, oferecendo aos assinantes a oportunidade de poupar dinheiro. Claro, é preciso gastar para poupar, neste caso, mas é igualmente atraente obter 50% de desconto em um jantar em um restaurante que você sempre quis experimentar ou 40% de desconto na troca de óleo que você vem há meses adiando.

Da mesma forma, o marketing “business-to-consumer” muitas vezes inclui palavras como “grátis”, “economize”, “promoção” ou “frete grátis” no campo de assunto do email. Muitas pessoas salvam esses emails em sua caixa de entrada para a próxima vez fizerem compras online ou em uma loja física. E então, resgatam na caixa de entrada a tal oferta promocional.

Em emails de marketing, procure testar diferentes tipos de ofertas. Às vezes, o “frete grátis” pode ser mais eficaz do que uma porcentagem de desconto. Outras vezes, uma economia de valor em reais pode funcionar melhor. Faça um teste na linha do assunto da mensagem para ver o que melhor se aplica ao seu público específico.

Faça seu público se sentir mais inteligente…

Muitos de nós abraçamos o lema “estar sempre aprendendo”. Para aprimorar nossas habilidades, lemos publicações de negócios ou comércio, ou fazemos cursos. Muitos estrategistas de email marketing exploram esse desejo das pessoas de se tornarem mais inteligentes, enviando emails que prometem exatamente isso.

Um exemplo é o email dominical de Chris Brogan, especialista em mídia social. Brogan compartilha o que tem em mente com o objetivo de tornar seus assinantes mais inteligentes. Em um email recente com o assunto “The Sidewalk, The Storefront and the Back Room”, Brogan falou sobre “pontos de contato de oportunidade” – essencialmente, como seus potenciais clientes poderiam encontrá-lo. As taxas de abertura de email são muitas vezes superiores a 40%, e muitas de suas palavras semanais de sabedoria são compartilhadas nas redes sociais, ajudando-o a atrair mais clientes potenciais para seu mailing list.

Se os seus emails tendem a ser focado em vendas, tente misturá-los da próxima vez. Não venda: apenas informe sobre algo que possa ser relevante a seu público alvo.

…e o entretenha!

Alguns emails incluem um componente de entretenimento objetivando aumentar a base de leitores e as vendas. Por exemplo, a MarketingProfs incluía um divertido vídeo em um post e em um email no ano passado para promover o um fórum anual de B2B. Enquanto é incerto determinar o quão eficaz o vídeo seria em termos de taxas de abertura de emails, o fato é que a MarketingProfs vendeu mais ingressos para o fórum após o envio do email. Tenho feito isso com o meu email semanal há meses. O vídeo está sempre entre os links mais clicados – e compartilhados – no email inteiro, muitas vezes resultando em novos assinantes.

É possível criar um email que ao mesmo tempo diverte e ensina as pessoas como economizar dinheiro, ou um que possa tanto fazer as pessoas se sentirem mais inteligentes e a poupar (ou otimizar) o tempo. Mas a maioria dos emails se concentram em apenas um dos quatro temas acima.

Dê uma olhada em suas mensagens de email marketing recentes. Conseguiria identificar qual dos quatro temas levam seus assinantes a ler seus emails? Se a resposta é “nenhuma das anteriores”, talvez esteja na hora de considerar uma nova abordagem.

Fonte: Entrepreneur.com

img

Laura Lopes

    Posts relacionados

    Assistente pessoal por encomenda

    O empreendedorismo é um campo fértil no Brasil atualmente, sobretudo após a flexibilização da...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Era do compartilhamento, Coworking SP e escritórios

    A Era do Compartilhamento tem vários capítulos e o Coworking SP é mais um deles. É uma...

    Continue lendo
    por Coworking Offices Vila Olímpia

    Coworking na Vila Olímpia, o melhor do coworking SP

    Coworking SP na cidade de São Paulo Coworking na Vila Olímpia e coworking SP são ideias fáceis...

    Continue lendo
    por Coworking Offices Vila Olímpia

    Participe da discussão