7 Formas de Evitar Estar Ocupado Sem Motivo

7 Formas de Evitar Estar Ocupado Sem Motivo

Ocupado? Você está realmente ocupado?

O título deste post pode parecer um contrassenso. Mas a verdade é que não há, realmente, nenhuma vantagem em viver o drama de estar ocupado todo santo dia sem motivo aparente. Isso é comum sobretudo em grandes capitais, como é o caso de São Paulo, por exemplo, onde a vida parece correr de forma mais ligeira. Mas é preciso ter em mente que ser mais ativo e atente aos resultados não diz respeito a como você trabalha, e sim ao quão inteligentemente você trabalha. Ao invés de focar no gasto desnecessário de energia, você pode se concentrar em obter mais resultados em suas atividades diárias. Quando você começar a canalizar sua energia corretamente, irá se tornar menos agitado e mais assertivo em suas tarefas. Abaixo neste post, o consultor de marcas Casey Imafidon enumera 7 dicas básicas para que você possa evitar de ser apanhado em uma correria diária frenética e sem sentido:

1. Enfatize o que for importante no AGORA

Na maioria das vezes nós nos consumimos com coisas que são importantes, mas não são urgentes, e, muitas vezes, acabamos nos distraindo com aquilo que é urgente mas não importante. Encontre o equilíbrio entre essas duas escolhas no seu AGORA e de fato deixe o resto para mais tarde. (Acredite, não será o fim do mundo se você fizer isso!).

2. Mantenha uma programação

Muitas pessoas saltam de uma atividade a outra como um touro perseguindo uma presa. No final das contas, nos colocarmos em tantas atividades pode nos fazer vítimas para o abate. A melhor maneira é fazer nossa mente entender que deve haver uma rotina ou uma agenda para organizarmos as atividades e fazermos com que ela priorize isso. A programação é um roteiro para fazê-lo funcionar no seu melhor ou com seu tempo otimizado no dia a dia. Por exemplo, se você está gastando sete horas para dormir à noite, mantenha esse ritmo. Uma vez que você começar a manter seus horários e a fazer o que você deve fazer no momento em que é preciso fazê-lo, vai começar a não se tornar tão refém do tempo e se sentirá muito mais produtivo.

3. Aprenda a dizer não

Não importa o quanto você deseje estar ocupado com algo que não vale a pena consumir seu tempo e energia. Muitas coisas não valem a sua atenção. Aprenda a filtrar o que vale a pena se envolver e o que realmente é preciso ignorar. Aprenda a dizer não. Gastar seu tempo e energia em tarefas com as quais você realmente se preocupa torna a sua vida muito mais proveitosa do que quando você abre espaço para qualquer coisa que apareça.

4. Não seja multitarefa


É fácil sentir que podemos ser multitarefa. Mas isso pode ser uma ilusão. Nosso cérebro é programado para não se concentrar em mais de uma coisa por vez. Você só está se mantendo desnecessariamente ocupado e perdendo o foco quando tenta fazer tudo de uma só vez. Não caia nessa armadilha.

5. Concentre-se na estratégia, em vez de gastar energia à toa

É fácil ficar tão ocupado ao ponto de executar tarefa por tarefa sem reservar tempo para pensar. Pensar e passar o tempo com você mesmo oferece a oportunidade de tocar seu eu interior e desenvolver estratégias ou processos que tornarão seu trabalho mais leve e também gratificante.

6. Aprenda a delegar

É tão tentador querer estar envolvido, super ocupado com tudo o que surge pelo caminho. Mas é impossível sermos um mestre de tudo e todos. Não há mal nenhum em encontrar alguém que possa traduzir suas intenções em ações. Por isso, aprenda a delegar o máximo possível para que você possa liberar mais espaço para fazer aquilo que lhe retornará mais resultados.

7. Conheça a si mesmo e o que funciona para você

Sinceramente, não somos todos iguais. Algumas pessoas podem funcionar com maior capacidade e outras não. É fácil preparar um roteiro e esperar que todos nós o levemos a sério, de modo a funcionarmos melhor e sermos mais produtivos. Mas nem sempre funciona desta maneira. Ao invés de estar ocupado com tudo o tempo todo, aprenda a distinguir o que funciona para você e faça as pazes consigo mesmo. Por exemplo: você funciona e trabalha melhor à noite ou durante as primeiras horas do dia? Aprenda a identificar o que funciona melhor para você e otimize melhor desempenho, ao invés de ser pego em ocupações desnecessárias e frustrantes.

No final do dia, o benefício da manutenção da sua saúde física e mental deve ser motivo suficiente para seguir as razões colocadas acima. Olhe para dentro de si e encontre um equilíbrio para gastar energia e ganhar mais resultados no seu trabalho.

Fonte: Lifehack

 

Deixe uma resposta