fbpx

Flexibilidade do coworking e home office

Coworking, flexibilidade, contratos, escritório híbrido, home office, aluguel, infraestrutura

A flexibilidade do Coworking, com contratos de aluguel sem burocracia e o home office podem ser complementares. Enquanto as notícias sobre o Covid 19 ainda permanecem nas primeiras páginas dos jornais, novos modelos para o trabalho estão sendo pensados.

São Paulo, diz o ditado, é a cidade que não pode parar. No entanto, a pandemia criou uma nova realidade.

A flexibilidade do coworking passa a ser uma característica preponderante. Acima de tudo, quando as empresas planejam novos investimentos.

Flexibilidade do Coworking

O coworking trabalha com contratos curtos e flexíveis. Por exemplo, a burocracia para se alugar um escritório tem muitas exigências.

Em primeiro lugar, os contratos de locação, normalmente, exigem um prazo de 36 meses. Além disso, seguro fiança ou fiadores.

Não podemos esquecer o investimento para adequação do escritório. Em outras palavras, a compra de móveis, equipamentos, cabeamento, etc.

Flexibilidade e home office

O home office está sendo largamente utilizado por empresas que tem essa possibilidade.

Para manter a produtividade, é necessário que os colaboradores tenham uma infraestrutura mínima para o trabalho:

  1. Local isolado da rotina da casa,
  2. Ótima internet,
  3. Cadeiras ergométricas,
  4. Computadores adequados,
  5. Tecnologia

Por exemplo, alguns setores como o financeiro, bancas de advogados e consultorias adotaram o home office.

As pesquisas realizadas mostram que a aceitação vem diminuindo. Ao longo do tempo, um maior número de pessoas, gostaria de voltar ao escritório. Ainda que não no regime anterior.

A perda da cultura empresarial terá efeitos no médio e longo prazo na produtividade do trabalho. Certamente, é um dos problemas a ser combatido.

Coworking e home office

A junção dos dois conceitos, o coworking e o home office acontece, porque tem vantagens interessantes:

  1. Contratos flexíveis com duração anual ou inferior,
  2. Investimento zero,
  3. Salas privativas com toda infraestrutura,
  4. Conservação da cultura da empresa,
  5. Ótima localização em edifícios corporativos,
  6. Redução da despesa de aluguel,
  7. Salas de reunião e auditório para trabalhos em equipe,
  8. Diminui isolamento dos colaboradores.

Existem boas razões para usar a flexibilidade do coworking. Acima de tudo, mantém a operação da empresa. Além disso, economiza dinheiro com o aluguel e infraestrutura. E o mais importante, sem perder o elo entre colaboradores.

Participe da discussão

Compare listings

Comparar