24h

7 dias

Rua Tenerife, 31 - 4º Andar

Vila Olímpia - São Paulo

(11) 3044-0710 / 3847-8920

contato@cwosp.com.br

Comparar listagens

Exagerou no café? Controlar a cafeína pela sua saúde

Exagerou no café? Controlar a cafeína pela sua saúde

Conversamos com a nutricionista Tatyana Borges para ir além do senso comum sobre uma unanimidade nacional: a paixão pelo café. Podemos nos arriscar a dizer que a imensa maioria dos brasileiros não dispensa um pão com manteiga + café com leite, ou mesmo puro, no café da manhã. Aliás, o próprio desjejum da manhã já leva o seu nome, tamanha sua importância! Mas este post não é para reverenciá-lo, e sim alertar sobre o consumo exagerado dessa bebida aparentemente inofensiva.

Benefícios ao consumir o café

Vamos começar pelos benefícios: uma média diária de 3 xícaras de 50ml é considerada benéfica para um adulto, uma vez que a cafeína é estimuladora do sistema nervoso central, gerando um estado de alerta que pode, inclusive e especialmente, ajudar no desempenho das atividades físicas diárias – caminhar, andar de bicicleta, correr, ou mesmo ir à academia.

Quando consumido em excesso, pode levar à insônia, agitação, taquicardia e ansiedade. “Portanto, podemos definir como consumo moderado até 3 xícaras por dia e consumo “exagerado” quando ultrapassa essas 3 xícaras”, alerta a nutricionista.

Outros benefícios e curiosidades sobre o café incluem o estímulo do sistema nervoso central (SNC), melhorando o estado de alerta, o desempenho de tarefas simples, a capacidade de concentração, a vigilância auditiva, a diminuição da sonolência e também do cansaço. Tem ação diurética e contém agentes estimulantes do cólon que auxiliam os movimentos intestinais e facilitam a evacuação. A cafeína em pequenas doses pode aliviar dores de cabeça devido à sua ação vasodilatadora, e além disso possui antioxidantes, auxiliando na redução dos radicais livres.

Malefícios variam de pessoa para pessoa

Existem pessoas que metabolizam o café rapidamente, enquanto outras o metabolizam de forma lenta. O que determina isso é existência de uma enzima chamada Citocromo P450 (CYP1A2). Quanto mais eficiente for essa enzima, mais rápida é a metabolização e menos o organismo sentirá os efeitos do café. Já as pessoas com metabolismo lento tendem a sentir os efeitos colaterais com mais facilidade, mesmo consumindo em menos quantidade. Como efeitos colaterais do consumo exagerado podemos citar a ansiedade, as palpitações, taquicardia, tremor, irritação, dor de cabeça, náusea, insônia, piora nos quadros de gastrite e úlcera. Para essas pessoas o ideal é não ultrapassar a dose das 3 xícaras de 50ml mencionadas acima (75mg – 300mg de cafeína), aproximadamente, por dia. 

Grupos de risco: grávidas

Existem alguns grupos de risco que devem tomar cuidado com o consumo exagerado do café. Como a cafeína provoca um aumento na secreção gástrica, ela deve ser evitada por pessoas que possuam quadros de gastrite e úlceras crônicas.

Pessoas com anemia ou deficiência de ferro devem evitar tomar aquele cafezinho logo após a refeição. Pois pode ocorrer uma ação inibitória do café sobre a absorção do ferro não-heme (presente nos vegetais). A cafeína também estimula a liberação do cortisol (hormônio do estresse). Portanto pessoas com quadros de ansiedade, nervosismo e irritabilidade também devem evitar a bebida.

Mulheres grávidas devem interromper o consumo de café ou reduzi-lo para 1-2 xícaras por dia. Isso porque na gravidez o metabolismo do café fica mais lento e a cafeína atravessa a placenta facilmente. Tatyana Borges adverte que isso pode ser prejudicial para o bebê, uma vez que seu fígado ainda não possui uma capacidade de metabolização eficiente desse composto. Além disso, mulheres grávidas costumam apresentar problemas digestivos como azia, náuseas, queimação e gastrite. Esses problemas tendem a piorar com o consumo do café.

Se você exagerou no consumo, a melhor forma de reverter as reações não desejadas da cafeína é beber bastante água para auxiliar na eliminação através da urina. Mas e se você não pode consumir de jeito nenhum? Gostaria de um substituto? Que tal optar pelo chá preto, o chá verde e até mesmo um bom chocolate amargo no café da manhã.

Para falar com Tatyana Borges: https://linktr.ee/nutritatyana

img

Laura Lopes

    Posts relacionados

    Metas: Como se reinventar e redefinir seu futuro

    Você já desejou poder mudar seu passado? Todos nós passamos por lutas na vida, cometemos...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Alimentação saudável. Para viver com mais saúde

    Alimentação saudável é um tabu pra muita gente. Primeiro de tudo, como se “manter na...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Porque você deve iniciar uma estratégia de conteúdo para a sua empresa agora mesmo

    Se você busca atrair mais atenção para o público-alvo da sua empresa, provavelmente também...

    Continue lendo
    por Laura Lopes

    Participe da discussão

    WhatsApp Chat
    [index]
    [index]
    [523.251,659.255,783.991]
    [523.251,659.255,783.991]
    [523.251,659.255,783.991]
    [523.251,659.255,783.991]